Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Ir para cima

Breve dicionário audiovisual do Ibermedia

Tal como os outros, também no Ibermedia estamos a tentar compreender a nova terminologia usada pelos profissionais da indústria audiovisual. Onde quer que vamos, ouvimos estranhas palavras (nós chamamo-las «palavros») tais como crowdfunding, edutainment ou hackathon, cujo significado nem sequer é claro na sua língua original (pois, muitas vezes, um «palavro» vem de um jogo de palavras prévio). Este breve dicionário ou manual de novos termos nasce com o fim de reunir e compreender esse novo léxico usado desde há pouco tempo e que evolui com a mesma velocidade do que a tecnologia. As fontes não são citadas porque a maioria delas provém de materiais tão diversos quanto dispersos, como blogues, sites, portais de universidades, a Wikipédia, livros de marketing ou o mundo dos videojogos. Em cada entrega iremos acrescentar dois palavros novos; aprender vai ser divertido.

A B C E F G H M O R S T V

Hackathon

Segundo a Wikipédia, “evento em que técnicos se reúnem e colaboram intensamente durante um período de tempo, entre um dia e uma semana. Podem ter um objetivo específico ou procurar fins sociais ou educativos”.

Isto é, informáticos que se reuniam para resolver um problema juntos, de forma colaborativa, num prazo de tempo previamente definido e breve, com o fim de recorrer às capacidades de diferentes pessoas para resolverem juntas aquilo que teria sido impossível ou trabalhoso fazer de forma individual.

Estes hackathons começaram a ser usados noutros âmbitos, como a narrativa audiovisual. A StoryCode é a organização que os começou a desenvolver: são criadas equipas de pessoas que partilham as suas experiências, é-lhes colocado um tema, são-lhes estabelecidas regras e critérios, e é-lhes dado um prazo curto para apresentarem uma solução trabalhada entre todos.

Um exemplo. São criadas três equipas: a primeira formada por um realizador, uma atriz, um designer de jogos e um webdesigner, a segunda por um argumentista, um produtor, um programador informático e um fotógrafo, e uma última com um produtor executivo, um bloguista, um criativo e um argumentista. É-lhes apresentado um tema – por exemplo, a coragem –, são desafiados a criar uma narrativa coerente que se possa divulgar pelo menos através de três plataformas tecnológicas e a executar uma no decurso de 48 horas. As plataformas incluem dispositivos móveis, redes sociais, atuações ao vivo ou baseadas na Internet, gaming em consola ou online, etc.

O objetivo não é conseguirem terminar uma linha narrativa, desenvolvida para ser executada em algum suporte, mas sim para, através desta intensa colaboração, os diferentes profissionais verem como se trabalha a partir de outros sítios e perceberem as possibilidades do seu próprio trabalho. Aqueles que procedem à parte mais tradicional do setor familiarizam-se com novas tecnologias e técnicas, e os adeptos das novas formas de comunicação aprendem as bases da narrativa clássica.

Ao mesmo tempo que todos enriquecem e aprendem, são formadas relações entre os diferentes setores de uma indústria em plena expansão.

CAACI

Blogroll

    ICAU AECID ANCINE Centro Costarricense de Producción Cinematográfica CNAC CNCINE CONACINE Bolivia Consejo Nacional para la Cultura y las Artes ICAIC Consejo Nacional de la Cultura y las Artes Perú – Ministerio de Cultura Secretaria Ministério do Audiovisual da Cultura Secretaría Nacional de Cultura de Paraguay Dirección General de Cine (DGCINE) – República Dominicana ICA Instituto Mexicano de Cinematografía INCAA Ministerio de Cultura República de Colombia Corporación CINE Puerto Rico Sistema Estatal de Radio y Televisión

Unidad Técnica Programa Ibermedia, 2013 - Desarrollado por CódigoMedia