Image Image Image Image Image
Scroll to Top

Ir para cima

Anuncio de la incorporación de Nicaragua en el Programa Ibermedia. Managua, 12 de diciembre de 2017.

A Nicarágua, um dos países fundadores da Conferência das Autoridades Audiovisuais e Cinematográficas Ibero-americanas (CAACI), anunciou através da sua máxima autoridade cinematográfica, Idania Castillo, a sua integração no Programa Ibermedia. Assim, a comunidade cinematográfica e audiovisual nicaraguense poderá apresentar projetos nas modalidades de Co-produção e Desenvolvimento de Projeto na Convocatória 2018 do Ibermedia, que será anunciada em fevereiro do próximo ano.

“Com grande entusiasmo e júbilo, e na companhia de uma grande parte dos nossos atores da produção audiovisual e cinematográfica nicaraguense, anunciamos esta grande notícia para a indústria audiovisual e cinematográfica nicaraguense”, disse Castillo ao confirmar a integração do seu país no Ibermedia.

“O nosso Governo de Reconciliação e Unidade Nacional reconhece o Direito do nosso Povo de criar e usufruir de todas as Formas de Arte e Cultura, para o que se compromete a trabalhar estabelecendo Condições, Instrumentos e Meios para que, do Nível Local ao Nacional, todas as Manifestações Artísticas e Culturais próprias d@s nicaraguenses sejam reconhecidas e estimuladas”.

O país centro-americano não só é membro pleno e fundador da CAACI ao ter subscrito o seu tratado constitutivo a 11 de novembro de 1989, como também Estado Parte do Acordo Latino-americano de Co-produção e do seu Protocolo de Emenda.

“A Cinemateca Nacional da Nicarágua tem vindo a trabalhar para o desenvolvimento da produção audiovisual nacional propiciando oportunidades de exibição de peças a nível nacional e internacional, coordenação de licenças de filmagem, e na gestão para a participação de programas de incentivo à produção audiovisual e cinematográfica, como é o caso da nossa participação no Programa DOCTV América Latina”, lembrou a co-diretora da Cinemateca Nacional nicaraguense.

E acrescentou: “Agora vamos continuar a contribuir para este grande trabalho e compromisso com as e os nicaraguenses possibilitando a nossa participação no Ibermedia, um programa de estímulo à co-produção de filmes de ficção e documentários realizados na nossa comunidade integrada por vinte e um países”.

.

Nicaragua anuncia su incorporación en el Programa Ibermedia.

>> A comunidade audiovisual nicaraguense poderá apresentar projetos na próxima Convocatória do Ibermedia

Com efeito, após cumprir as suas obrigações para com o Programa, a comunidade cinematográfica e audiovisual nicaraguense poderá apresentar projetos nas modalidades de Co-produção e Desenvolvimento de Projeto na Convocatória 2018 do Ibermedia, que será anunciada em fevereiro do próximo ano.

“São catorze países com os quais a Nicarágua pode co-produzir”, referiu Castillo.

Um primeiro grupo aplicando o Protocolo de Emenda ao Acordo Latino-americano de Co-produção de 2006 é integrado por nove países: Espanha, Uruguai, Colômbia, Brasil, Panamá, Costa Rica, Paraguai, Venezuela e Chile.

Existem também outros cinco países com os quais a Nicarágua aplicaria não o Protocolo de Emenda mas sim o Acordo de Co-produção de 1989, que são: Peru, México, Cuba, Argentina e Equador.

Igualmente, em coordenação com a Secretária Executiva da Cinematografia Ibero-americana e a Unidade Técnica do Programa Ibermedia, em janeiro de 2018 será dada em Managua uma oficina de formulação de projetos.

O objetivo da oficina é apoiar a apresentação ótima de candidaturas da comunidade cinematográfica nicaraguense na sua primeira incursão no Programa de estímulos, disponibilizar informação relativa à normativa multilateral de co-produção aplicável e dar a conhecer os vários programas sob a tutela institucional da CAACI.

Segundo as autoridades da CAACI e do Programa Ibermedia, a Nicarágua confirma assim a sua vontade de unir-se ao fortalecimento do espaço audiovisual ibero-americano e de impulsionar em conjunto a política de co-produções que permitiu transformar em filmes de grande qualidade centenas de projetos apresentados às 22 convocatórias que o Programa tem feito desde que o seu logótipo apareceu por primeira vez em 1998.

Idania Castillo finalizou o anúncio da incorporação da Nicarágua ao Ibermedia com estas palavras de agradecimento:

“Queremos agradecer ao Comandante Daniel e à Colega Rosario por confiarem, reconhecerem e estimularem a arte audiovisual e cinematográfica nacional; ao nosso governo por criar políticas culturais que deem resposta a todas as manifestações artísticas e culturais próprias das e dos nicaraguenses; à CAACI pela criação de programas de estímulos como o Ibermedia; à Secretária Executiva da CAACI pela atenção e apoio que nos tem dado desde o primeiro ano em que começámos a participar em pleno; ao Manoel Rangel por nos ter convidado a fazer parte deste organismo; à Adelfa Martínez por nos receber e por estar sempre acessível e nos apoiar em todos os projetos que vamos empreendendo; à Elena Vilardell e ao Juan Carlos Lossada pelo apoio nesta nova fase no Ibermedia; e, principalmente, a todos os cineastas e produtores audiovisuais nicaraguenses por confiarem no nosso governo e nesta entidade. Pois todo este trabalho é por vós e para vós, para e por todas as gerações de trabalhadores do audiovisual e da cinematografia nicaraguense”.

Tanto na Nicarágua como no outros vinte países que compõem o Programa Ibermedia ouviram-se fortes aplausos.

Tags | , , , , , , , ,

CAACI

Blogroll

    ICAU AECID ANCINE Centro Costarricense de Producción Cinematográfica CNAC CNCINE CONACINE Bolivia Consejo Nacional para la Cultura y las Artes ICAIC Consejo Nacional de la Cultura y las Artes Perú – Ministerio de Cultura Secretaria Ministério do Audiovisual da Cultura Secretaría Nacional de Cultura de Paraguay Dirección General de Cine (DGCINE) – República Dominicana ICA Instituto Mexicano de Cinematografía INCAA Ministerio de Cultura República de Colombia Corporación CINE Puerto Rico Sistema Estatal de Radio y Televisión

Unidad Técnica Programa Ibermedia, 2013 - Desarrollado por CódigoMedia