CFAH
Image default

25 OBRAS FINALISTAS DOS PRÉMIOS QUIRINO DA ANIMAÇÃO IBERO-AMERICANA 2019

Vinte e cinco obras de animação provenientes de sete países irão disputar as estatuetas da segunda edição dos Prémios Quirino da Animação Ibero-americana. Filmes e séries da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México e Portugal irão concorrer nas nove categorias dos Prémios, numa seleção que reflete a projeção internacional da animação na nossa comunidade e que conta com uma vasta representação de obras orientadas para o público jovem e adulto. O anúncio foi feito a 19 de fevereiro na Casa da América de Madrid com a participação de Beatriz Navas, diretora do ICAA; Silvia Barraclough, Chefe do Setor de Videojogos, Animação e VR ICEX, Espanha; Elena Vilardell, Secretária Técnica e Executiva do Programa Ibermedia; Alberto Bernabé, Vice-presidente do Cabildo de Tenerife; Antonio Pérez-Hernández Torra, Diretor da Casa de América; Carlos Biern, Presidente da DIBOOS; José Luis Farias, Coordenador dos Prémios Quirino; e representantes das embaixadas do Brasil, Chile, Colômbia, México e Portugal.

[:]

A segunda edição dos Prémios Quirino da Animação Ibero-americana irá celebrar-se no dia 6 de abril na cidade espanhola de Santa Cruz de Tenerife. A animação espanhola é a mais representada, com 13 candidaturas; seguida pelo Brasil, que apresenta 7 finalistas; a Colômbia, com 5; a Argentina, com 4; Portugal, com 3, e o México com uma.

A curta-metragem espanhola La noria, realizada por Carlos Baena, é a obra com mais nomeações (três), seguida de perto pela série chilena (em co-produção com o Brasil, Colômbia e Argentina) Puerto Papel 2ª temporada – La vida de los otros, de Álvaro Ceppi, e a longa-metragem colombiana Virus tropical, de Santiago Caicedo, com duas nomeações cada uma.

A seleção foi feita por um júri internacional integrado pelo realizador e guionista Alê Abreu, pela diretora de arte de personagens da Pixar Deanna Marsigliese, pelo produtor Gustavo Ferrada, pela diretora de vendas da Sola Media Barbie Heusinger e pela chefe de desenvolvimento da Xilam Animation Marie-Laurence Turpin. As biografias do júri podem ser consultadas neste link.

As quatro longas-metragens que concorrem ao Prémio Quirino são: as espanholas Another Day of Life, de Raúl de la Fuente e Damian Nenow, e Buñuel en el laberinto de las tortugas, de Salvador Simó Busom; a brasileira Tito e os Pássaros, de Gabriel Bitar, André Catoto e Gustavo Steinberg; e a já referida Virus tropical.

Pelo seu lado, as séries finalistas são: as chilenas Petit, de Bernardita Ojeda, e a segunda temporada de Puerto Papel – La vida de los otros (a primeira temporada foi finalista dos Prémios Quirino 2018), bem como a brasileira Irmão do Jorel – Seja Brócolis!, de Juliano Enrico, Daniel Furlan e Felipe Berlinck.

Na categoria de curtas-metragens, as candidatas são: as espanholas La noria e Soy una tumba, de Khris Cembe, e a brasileira Guaxuma, de Nara Normande.

E na categoria de obras de escola, as finalistas são: a portuguesa O Chapéu, de Alexandra Allen; a mexicana Reverie, de Philip Piaget; e a espanhola Patchwork, de María Manero Muro.

Outras 16 obras concorrem também aos Prémios Quirino nas categorias de obra inovadora, obra encomendada, desenvolvimento visual, design de animação e design de som e música original.

A lista de todas as obras finalistas pode ser consultada aqui.

A segunda edição dos Prémios Quirino recebeu um total de 244 obras provenientes de 16 países.

Anuncio de los finalistas de los Premios Quirino de la Animación Iberoamericana 2019. © Cine & Tele.
Anúncio dos finalistas dos Prémios Quirino da Animaçâo Iberoa-mericana 2019. © Cine & Tele.

Este sitio web utiliza cookies para mejorar su experiencia. Asumiremos que está de acuerdo con esto, pero puede optar por no participar si lo desea. Aceptar Leer más

Política de cookies y privacidad